JAPIRA - SUA GENTE E SUA HISTÓRIA

"Neste Blog estão registrados os acontecimentos e pessoas mais importantes que passo a passo, construíram a história do futuro".


terça-feira, 4 de agosto de 2009

O desenvolvimento do povoado

Com o aumento da população, crescia também o consumo de mercadorias e a dificuldade em adquiri-las em Jaboti e Tomazina. Surge então a primeira casa comercial de Japira, a firma Sampaio & Oliveira de Artur Sampaio e dos irmãos Joaquim Pedro de Oliveira e Hermindo Augusto de Oliveira. Mais tarde surgem os estabelecimentos de Manuel Costa, Basílio Sotoviski, Antonio Elias, dono de uma loja na rua que hoje chamamos de Rua João Carneiro Júnior, e também a casa comercial de Antonio Correia, proprietário da primeira pensão aqui instalada, onde hoje é esquina da Rua Rui Barbosa com a Rua Pio XII. Foi Antonio Correia que teve a idéia de construir uma capela num terreno vago em frente a sua casa de propriedade de João Carneiro Júnior e Joaquim Pedro de Oliveira, que cederam a área. Alexandre Leite dos Santos se encarregou de serrar as madeiras para edificar a capela. O padroeiro, Santo Antonio de Lisboa foi escolhido por Antonio Correia e em 1928 a capela foi inaugurada. Em 1945 passou a ser atendida pelo vigário da paróquia de Ibaiti.
Em 1927 foi construída a serraria firma Oliveira Lobo e Cia dos senhores Martins Alves Camargo, Hermenegildo Gomes Lobo e irmão Joaquim Pedro de Oliveira e Hermindo Augusto de Oliveira. Havia também uma máquina de beneficiar café dos irmãos Oliveira.
Por volta de 1930 o fazendeiro Ernesto Schimidt iniciou a fabricação de vinho em sua propriedade e, participando de uma exposição na capital do estado ganhou o melhor prêmio pelos produtos apresentados.
Em 1936 a Cia Sul Mineira montou aqui uma bem montada serraria e para administrá-la veio o Sr. Francisco Cascardo de Mar de Espanha – MG, que com sua família muito contribuiu para o progresso desta cidade.
No ano de 1938 foi inaugurada a rodovia Tomazina – Barra Bonita (Ibaiti), na gestão do prefeito de Tomazina Avelino Vieira. Partindo de Wenceslau Brás, esta rodovia passava pela Colônia Mineira (Siqueira Campos) indo até Barra Bonita. Devemos também ao Sr. Avelino a vinda de energia elétrica para esta região, por volta de 1939.

Nenhum comentário:

Postar um comentário